280px-Flag_of_Italy.svg

Ensinaste-me a ver,
a olhar além-mar.
Ensinaste-me a sentir,
a apreciar a existência sem engolir as emoções.
Ensinaste-me a ler,
a admirar as pessoas como se fossem um mapa sem indicações,
sem ruas o sem um sentido.
No fim reduziste-te em ar livre, sozinho ,
a caminhar com cara de bronze e olhos cheios de nada.
No fim, perante um mundo indiferente
não conseguiste aguentar
o ver, o sentir e o ler,
como se nunca tivesses vivido.

Teresa Lo Greco

One comment

Rispondi